No tie-break, Taubaté bate o Vôlei Brasil Kirin na Superliga

Por: Share:
Equipes se enfrentaram no ginásio do Taquaral, em Campinas. (Foto: Letícia Oliver/Vôlei Brasil Kirin)
Equipes se enfrentaram no ginásio do Taquaral, em Campinas. (Foto: Letícia Oliver/Vôlei Brasil Kirin)

A equipe de Taubaté chegou a segunda vitória na Superliga 2014/2015. Jogando no ginásio do Taquaral, em Campinas, na noite deste sábado (1º), o time do técnico Cezar Douglas bateu o Vôlei Brasil Kirin, no tie-break, numa partida duríssima contra os donos da casa.

publicidade

 

A partida foi disputadíssima, o time taubateano venceu os dois primeiros sets por 25/22 e 25/19. No terceiro e quarto set, o time de Campinas cresceu na partida e venceu o terceiro por 25/19 e o quarto por 25/17, empatando a partida em 2 sets a 2, o que provocou o quinto e decisivo set.

No tie-break, as duas equipes foram disputando ponto a ponto até o final. O Taubaté teve várias chances para fechar, mas o Vôlei Brasil Kirin, empurrado por sua torcida, conseguiu neutralizar e passou a ter chances também para ganhar o jogo.

O Taubaté conseguiu a vantagem novamente e no último match point que teve, fechou a partida em um bloqueio. No replay, viu-se que a bola foi para fora, mas o árbitro não viu e encerrou a partida, dando a vitória no set por 21 a 19 para o Taubaté, que assim venceu o jogo por 3 sets a 2. A marcação do último ponto para o Taubaté gerou muitas reclamações por parte do time de Campinas.

O ponteiro Dante, do Vôlei Taubaté, foi eleito o melhor jogador da partida e ficou com o troféu VivaVôlei.

O Taubaté volta a jogar, em casa, no ginásio do Abaeté, no dia 5 de novembro, às 20 horas, contra o Sesi-SP, numa reedição da final do Paulista, onde o time taubateano venceu o time da capital por duas vezes e ficou com o título da temporada 2014.

Já o Vôlei Brasil Kirin vai até Minas Gerais, onde enfrentará, também no dia 5, o time da UFJF.  A partida acontece em Juiz de Fora, com início às 20 horas.

EQUIPES
Vôlei Brasil Kirin – Wallace Jansen, Sandro, Gustavão, Luizinho, João Paulo Bravo, João Paulo Tavares e o líbero Alana.
Entraram – Jotinha, Michael, Ary, Vini
Técnico – Alexandre Stanzioni

Taubaté/Funvic – Lorena, Pedro, Maurício Souza, Deivid, Lipe, Dante e o líbero Felipe.
Entraram – Leozão, Thiago Sens
Técnico – Cézar Douglas

Partida só foi decidida no tie-break. (Foto: Letícia Oliver/Vôlei Brasil Kirin)
Partida só foi decidida no tie-break. (Foto: Letícia Oliver/Vôlei Brasil Kirin)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *