“llú Obá De Min” reúne bom público durante apresentação em São José




aaaA apresentação do bloco afro Ilú Obá De Min reuniu cerca de 300 pessoas no sábado (22) no Largo São Benedito, região central de São José dos Campos. O evento foi em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

Vestidas como africanas e com alegorias coloridas, as 30 mulheres que formam o bloco cantaram, dançaram e embalaram o público ao som dos batuques e tambores africanos, que se enraizaram na cultura brasileira.

“Parece que estou na África, é uma sensação alegre e diferente. É como se o tambor batesse no coração da gente”, declarou Carla Caparroz, que acompanhou parte da apresentação.

Para Mara Cristina dos Santos Ribeiro, a exibição foi emocionante. “O som dos tambores africanos e o ritmo mostram muito do que o brasileiro é. Não dá pra ficar parada.”

Na opinião da secretária de Promoção da Cidadania, o objetivo da apresentação foi alcançado, “já que o evento era para difundir, valorizar e preservar as tradições da cultura negra, como a grande influência na formação da nossa cultura e assim combater o preconceito por meio da arte.”

A ação cultural realizada pelo bloco Ilú Obá De Min está completando dez anos de história e já é uma referência étnico-cultural e educativa sobre a cultura negra. O bloco recebeu o Prêmio Culturas Populares Mestre Humberto Maracanã 2008 – SID/MINC e o “Prêmio Governador do Estado para Cultura”, em 2013.

A atividade faz parte da programação do Projeto Obatalá – Valorização da Cultura Negra e é realizada em parceria com a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) e a Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura (AJFAC).

O Projeto Obatalá – Valorização da cultura negra é uma iniciativa da Secretaria de Promoção da Cidadania visando a valorização da arte, cultura, literatura, culinária, dança e música afro-brasileira. Mais informações pelo telefone 3932-8600.