Em clássico regional, Taubaté bate o São José Vôlei pela Superliga

Por: Share:
Lance da partida no ginásio do Abaeté. (Foto: Jucimar Gonzaga/Zaia Comunicação)
Lance da partida no ginásio do Abaeté. (Foto: Jucimar Gonzaga/Divulgação)

O duelo implicava em uma grande rivalidade regional. E, na noite desta quarta-feira (26), a cidade de Taubaté levou a melhor sobre a de São José dos Campos na partida que envolveu as cidades do Vale do Paraíba. Em casa, no ginásio Abaeté, o Vôlei Taubaté venceu o São José Vôlei por 3 sets a 0 (25/22, 25/17 e 25/22), em 1h35, pela sétima rodada do turno da Superliga masculina de vôlei 14/15.

publicidade

O time de Taubaté jogou com três desfalques nesta noite. Além do levantador Raphael e do central Sidão, que já estavam de fora, em recuperação, o líbero Felipe, com faringite, foi poupado na partida de hoje. Com isso, Diego substituiu Felipe e foi eleito o melhor da partida, sendo premiado com o Troféu VivaVôlei.

“Só tenho o que agradecer e, quando temos uma oportunidade com essa, não podemos falhar. O Felipe é um grande líbero, mas estou feliz e ainda bem que pude corresponder dentro de quadra”, comentou Diego.

Esperançoso de voltar à quadra no próximo compromisso do Taubaté, no próximo sábado (29), contra a UFJF (MG), o central Sidão fez questão de elogiar o desempenho do seu time.

“Tive um estiramento na panturrilha há um mês. Voltei a saltar na segunda-feira, depois de um mês parado, e é bem difícil. Queria muito ter jogado hoje, mas achamos melhor segurar um pouco mais. Vamos ver se consigo estar em quadra no próximo jogo. O time está com um volume muito bom e temos que continuar com essa pegada, com essa vontade de vencer”, disse Sidão.

Apesar do resultado negativo, o ponteiro Bob destacou o crescimento da equipe de São José dos Campos.

“Hoje, enfrentamos um adversário bem forte, mas sabemos que estamos em evolução, temos jogado melhor, de igual para igual com os outros times. Passamos por alguns problemas, como a troca de técnico, mas estamos em crescimento e vamos tentar melhorar para buscar a primeira vitória, que ainda não veio”, comentou Bob, citando a chegada do técnico Alexandre Rivetti já durante a Superliga.

O JOGO
O São José Vôlei começou pontuando, porém em erros do advbersário, e fez 3/1. O Taubaté/Funvoc, então se recuperou e, no bloqueio de Alberto, deixou tudo igual em 3/3. Na sequência, o time visitante voltou a pontuar e abriu 8/5. A vantagem do time de São José dos Campos aumentou em 12/8. Em grande passagem de Lipe, o Taubaté/Funvic chegou ao empate em 14/14 e assumiu o comando do marcador em 15/14. A partir deste momento, o time da casa administrou a vantagem (21/17). No final do set, o São José Vôlei se aproximou no placar, mas o Taubaté/Funvic fechou em 25/22.

O segundo set também começou equilibrado, com pequena vantagem do time de Taubaté em 4/3. Depois, a equipe da casa abriu vantagem e, no erro do São José Vôlei, chegou a 9/4. Depois, mais uma vez em passagem de sucesso de Lipe pelo saque, o Taubaté/Funvic fez 13/5. Contando com erros do adversário, o time mandante colocou nove na frente: 17/8. A vantagem do Taubaté/Funvic aumentou em 21/11. No bloqueio de Lorena, 23/13. No final, a equipe da casa venceu por 25/17.

A terceira parcial foi a mais equilibrada, com o São José Vôlei jogando de forma mais equilibrada e vencendo no início por 10/7. Com o central Moisés, o time visitante fez 13/10. Com dois de vantagem na segunda parada técnica, o representante de São José dos Campos colocou 16/14. No erro do adversário, o Taubaté/Funvic chegou ao empate em 19 pontos e Alexandre Rivetti pediu tempo. A reta final do set foi bem disputada, mas os donos da casa fecharam em 25/22.

EQUIPES
TAUBATÉ/FUNVIC – Pedro, Lorena, Lipe, Dante, Alberto e Maurício. Líbero – Diego
Entraram – Léozão, André, Thiago Sens
Técnico: Cézar Douglas

SÃO JOSÉ VÔLEI – Pedrinho, Kaio, Juninho, Rodrigo, Rodolpho e Moisés. Líbero – Túlio
Entraram – Bob, Gelinski, Jean, Michael
Técnico: Alexandre Rivetti