Santuário Nacional construirá campanário projetado por Niemayer




O projeto arquitetônico é de Oscar Niemayer e será construído no jardim entre a Passarela da Fé e a Capela das Velas. (Foto: divulgação/Santuário de Aparecida)

O projeto arquitetônico é de Oscar Niemayer e será construído no jardim entre a Passarela da Fé e a Capela das Velas. (Foto: divulgação/Santuário de Aparecida)

Dentro do Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba, o Santuário Nacional vai construir um Campanário com 13 sinos. O projeto arquitetônico é de Oscar Niemayer e será construído no jardim entre a Passarela da Fé e a Capela das Velas.

publicidade

Segundo Dom Darci Nicioli, bispo auxiliar de Aparecida, cada um dos sinos será dedicado a um apóstolo e o maior a Maria e José. Os sinos também receberão o nome de um bispo ou Papa, que foram importantes na história do Santuário Nacional. A Campanha dos Devotos, que é patrocinadora do projeto, será imortalizada no sino maior.

De acordo com o projeto, o 1º sino ficará a 8 metros da base e pesará 2500 kg. Já o último sino, o menor, ficará a 30 metros da base e pesará 162 kg. Todo o Campanário pesará 260 toneladas. O artista Claudio Pastro fez a concepção artística dos sinos.

O valor total da obra é de R$ 5,5 milhões e, somente, os sinos, custarão R$ 1,3 milhões. A empresa holandesa Petit & Fritsen será a responsável pelos sinos. A Thorton Tomazette pelo projeto executivo e a Luminoteca Mingroni pela iluminação.

A obra terá início em meados de 2015 e será inaugurada em outubro de 2016, na abertura do ano do centenário.