SAMU 192 começa a funcionar em São José dos Campos

Por: Share:
A partir de agora, as chamadas de urgência e emergência da cidade devem ser acionadas pelo telefone 192. (Foto: Antônio Basílio/PMSJC)
A partir de agora, as chamadas de urgência e emergência da cidade devem ser acionadas pelo telefone 192. (Foto: Antônio Basílio/PMSJC)

O SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) começou a funcionar nesta terça-feira (2) em São José dos Campos. A partir de agora, as chamadas de urgência e emergência da cidade devem ser acionadas pelo telefone 192.

publicidade

“Na semana passada, quando chegaram as ambulâncias, nós tínhamos uma frota de salvar vidas. Hoje, nós temos uma brigada com a mesma função,” disse o prefeito Carlinhos Almeida, que assistiu ao início da operação do SAMU, acompanhado de secretários municipais e vereadores.

O prefeito avaliou que a cidade poderia ter o SAMU desde 2003, quando o programa foi criado, “infelizmente isso não aconteceu, mas agora tem a felicidade, com um ano e meio de administração, o serviço que salva vidas”, disse ele acrescentando que o serviço “é um ganho extraordinário para a cidade; nós vamos ter condições de atender num tempo mais rápido e com uma qualidade melhor.”

A cidade terá um atendimento de primeiro mundo em urgência e emergência, aumentando a chance de sobrevida dos pacientes. O SAMU 192 em São José dos Campos servirá de modelo para todo o estado de São Paulo, por conta de todo o sistema de câmeras e monitoramento disponível no município.

O serviço será integrado às câmeras do COI, o que fará com que as equipes médicas possam ver o local de um acidente, se estiver ao alcance de uma das 491 câmeras de monitoramento, antes e durante o atendimento.

Ao todo, nove ambulâncias (duas de suporte avançado), 32 médicos, 10 enfermeiros, 41 técnicos em enfermagem e 36 motoristas farão parte da estrutura do SAMU 192 de São José dos Campos.

Antes do SAMU, apenas duas ambulâncias da Prefeitura atuavam no trabalho de resgate na cidade, com apoio do Corpo de Bombeiros, que também dispõe de outras duas ambulâncias, que continuarão a trabalhar em parceria com o SAMU 192.

SAMU 192
O Serviço atende casos de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho, vias públicas e etc. O acesso ao serviço se dá pelo número 192. Na Central de Regulação é feita a triagem dos casos que são repassados aos médicos. Estará funcionando em São José dos Campos ainda em setembro, embora a previsão inicial fosse para o final do ano.

Com o SAMU e os recursos técnicos disponíveis nas ambulâncias e na central de regulação, o médico já pode dar orientações por telefone sobre os procedimentos a serem adotados para preservação da vida ou minimizar possíveis sequelas, até que o socorro chegue ao local. Também pode prevenir a pessoa quanto a atitudes inadequadas que possam prejudicar o paciente ao invés de ajudar.

Samuzinho
A Prefeitura executará, ainda, diversas ações educativas com o objetivo de estimular a compreensão de que o SAMU é um serviço dedicado a atender somente casos de urgência e emergência medicas. Esse trabalho será desenvolvido também junto às crianças, por meio do “Samuzinho”, um projeto que atuará nas escolas municipais, estaduais e particulares.

A ideia é explicar o que é o SAMU, como ele funciona e em que situações deve ser acionado. “Vamos mostrar que o trote pode acabar prejudicando o atendimento, e como é importante o apoio de toda a população. Com o trabalho das crianças, utilizando os recursos que temos agora da Escola Interativa e com internet, nós vamos chegar aos pais”, completou o prefeito Carlinhos Almeida.

Quando chamar o SAMU 192:
• Dores no peito de aparecimento súbito;
• Situações de intoxicação e envenenamento;
• Queimaduras graves;
• Trabalhos de parto com risco de morte da mãe ou do feto;
• Problemas respiratórios graves;
• Crises convulsivas;
• Acidentes graves (trânsito, choque elétrico, atropelamento, afogamento);
• Tentativa de suicídio;
• Perda de consciência (desmaio);
• Sangramento/ hemorragia;
• Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.

Quando NÃO chamar o SAMU:
• No transporte para realização de exames;
• Transporte para internação hospitalar;
• Nas situações clínicas não urgentes (dor lombar crônica, febre baixa, problemas crônicos de saúde, etc.);
• Em situações em que existe a condição de deslocamento por meios próprios ao atendimento hospitalar