Holanda bate Costa Rica e pega Argentina na semifinal da Copa




Torcedores das duas seleções se divertiram no Fifa Fan Feste em Copacabana. (Foto: Alexandre Macieira/ Riotur)

Torcedores das duas seleções se divertiram no Fifa Fan Feste em Copacabana. (Foto: Alexandre Macieira/ Riotur)

Em uma partida acirrada até o apito final do árbitro, a Holanda venceu a Costa Rica somente nos pênaltis (4 a 3), depois de empatar em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. O jogo foi na Arena Fonte Nova, em Salvador. Agora, a seleção holandesa enfrenta a Argentina – que venceu a Bélgica por 1 a 0 – na semifinal no dia 9 de julho em São Paulo, na Arena Corinthians, o Itaquerão.

publicidade

No tempo normal e na prorrogação, a melhor defesa da Copa conseguiu parar o melhor ataqueNatacha Pisarenko/AP/Direitos Reservados
O goleiro Krul, que entrou no lugar de Cillessen, no final do segundo tempo da prorrogação, colocado pelo técnico holandês Louis Van Gaal justamente para participar da disputa de pênaltis, defendeu duas cobranças e garantiu a classificação. A Costa Rica, que classificou-se no chamado “grupo da morte”, com três campeões mundiais, o Uruguai, a Inglaterra e a Itália, saiu invicta da competição.

Além disso, com o resultado de 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, a melhor defesa da Copa conseguiu parar o melhor ataque: em todo o Mundial, a Costa Rica sofreu apenas dois gols, enquanto a Holanda marcou 12, o ataque mais eficiente, empatado com o da Colômbia.

Durante a partida, a defesa da Costa Rica jogou com disposição e, mesmo quando era furada, a bola parava no goleiro Navas ou batia na trave, como ocorreu em duas tentativas de gol da Holanda. Ainda no primeiro tempo do período normal, o goleiro defendeu a tentativa de gol de Van Persie e o rebote de Sneijder. Depois, em uma cobrança de falta de Sneijder, a bola passou pela barreira e parou na palma de Navas.

No segundo tempo do período normal de jogo, em uma sequência de jogadas de tirar o fôlego, a Holanda quase fez o tão buscado gol. Díaz fez falta em Robben na entrada da grande área. Van Persie cobra direto para a meta da Costa Rica, e Navas faz a defesa. Logo em seguida, em nova tentativa de gol, Blind cruza pela esquerda. A bola passa por De Vrij e Kuyt. Van Persie chuta com o gol livre. A bola bate na trave.

A Laranja Mecânica manteve o ritmo e dominou a prorrogação. Nos últimos minutos, Sneijder quase marcou o gol, mas o chute parou na trave. No final do segundo tempo do período normal, o jogador costarriquenho Gamboa foi substituído por David Myrie. O jogador saiu de maca. Pouco antes, ele já havia saído do jogo por alguns minutos para atendimento médico.

Assim como ocorreu em Brasília, a torcida presente à Fonte Nova também homenageou Neymar, que está com uma fratura na terceira vértebra lombar e deixou o Mundial. No final do segundo tempo normal, ouvia-se em coro o nome do atacante: “Olê, olê, olá… Neymar, Neymar”.