Avião da Malaysia Airlines desaparece na Ucrânia




A companhia aérea Malaysia Airlines informou hoje (17) que um de seus aviões está desaparecido. De acordo com a empresa, o último contato com o voo MH17, que partiu de Amsterdã, na Holanda, com destino a Kuala Lumpur, na Malásia, foi feito quando o avião sobrevoava a Ucrânia.

Agências de notícias internacionais informam que a aeronave caiu nas proximidades com a fronteira russa. Por meio do Twitter, a Malaysia Airlines informou que mais detalhes sobre o caso serão divulgados em breve.

publicidade

No último dia 8 março, um Boeing 777, da mesma companhia, desapareceu do radar 40 minutos após ter partido de Kuala Lumpur com destino a Pequim, levando 239 pessoas a bordo. Equipes fizeram por semanas buscas na região, mas o avião não foi encontrado.

Governo ucraniano admite que avião desaparecido pode ter sido abatido
O governo da Ucrânia admitiu há pouco a possibilidade de que o avião da Malaysia Airlines, desaparecido hoje (17), possa ter sido abatido. “Nós não excluímos a ideia de que a aeronave em questão tenha sido abatida”, informou a presidência do país, por meio de nota.

“O presidente da Ucrânia expressou suas profundas e mais sinceras condolências aos amigos e parentes dos mortos nesta terrível tragédia. Todas as ações possíveis de busca e resgate estão sendo conduzidas”, acrescentou o comunicado, que destacou a criação de uma comissão para investigar o caso.

Mais cedo, a companhia aérea informou apenas que uma de suas aeronaves está desaparecida. De acordo com a empresa, o último contato com o voo MH17, que partiu de Amsterdã com destino a Kuala Lumpur, foi feito quando o avião sobrevoava a Ucrânia.

Por meio do Twitter, a Malaysia Airlines informou que mais detalhes sobre o caso serão divulgado em breve.