Bianca Ariel e Muzak vencem o 1º Festival de Músicas da Juventude

Por: Share:
Muzak e Asnega e Bianca  Ariel, são os vencedores do Festival de Músicas da Juventude de Pindamonhangaba. (Fotos: Denis Silva/PortalR3)
Muzak e Asnega e Bianca Ariel, são os vencedores do Festival de Músicas da Juventude de Pindamonhangaba. (Fotos: Denis Silva/PortalR3)

Chegou ao final neste domingo (1º), a 1ª edição do Festival de Músicas da Juventude de Pindamonhangaba. O evento teve início na sexta-feira (30), no Bosque da Princesa, e reuniu mais de 60 artistas que participaram das categorias Interpretação e Composição. Foram classificadas cinco bandas/artista para a final na categoria Interpretação e cinco para a categoria Interpretação

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA EM VÍDEO

 Veja galeria de fotos da final

 Veja galeria de fotos das apresentações da categoria Interpretação – 1º dia

 Veja galeria de fotos das apresentações da categoria Composição – 2º dia

INTERPRETAÇÃO
Na categoria Interpretação, a grande campeã foi Bianca Ariel, com a música “Ressuscita-me” Ela obteve a maior nota do corpo de jurados (154,5 pontos), composto por Luiz Henrique Tavares Gonçalvez, Pedro Ivo Sales, Marianna Vieira e mano Rhossi, que avaliaram os quesitos afinação, dicção, arranjo e performance.

VEJA A APRESENTAÇÃO DA MÚSICA NO FESTIVAL

Bianca Ariel foi agraciada com o trofeu Cynira Novaes Braga “Irmã Cecília” e também recebeu o prêmio em dinheiro de R$ 2.080,34. Vale destacar que para conquistar o primeiro lugar, Ariel enfrentou outras 20 interpretações.

O segundo lugar ficou com Montbel e Daniel, com 154 pontos, que recebeu o trofeu Corporação Musical Euterpe e o prêmio de R$ 1.040,17. O terceiro lugar, que levou R$ 520,08 de prêmio e recebeu o trofeu Vicente de Paula Salgado e José Benedito Salgado “Tar e Quar”, foi para Erick Acústico, com 150,5 pontos.

Muzak recebendo o trofeu de campeão da categoria Composição. (Foto: Denis Silva/PortalR3)
Muzak recebendo o trofeu de campeão da categoria Composição. (Foto: Denis Silva/PortalR3)

COMPOSIÇÃO
A composição campeã, e que recebeu o troféu maestro João Gomes de Araujo, foi Piracuama, de Muzak e Asnega, com 160 pontos. Eles receberam o prêmio de R$ 2.080,34.

VEJA A APRESENTAÇÃO DA MÚSICA NO FESTIVAL

Na composição, foram avaliados os quesitos melodia, letra, arranjo e performance. Para chegar ao título, Muzak e Asnega deixaram para trás outras 41 concorrentes.

Bianca com o trofeu de campeã da categoria Interpretação. (Foto: Denis Silva/PortalR3)
Bianca com o trofeu de campeã da categoria Interpretação. (Foto: Denis Silva/PortalR3)

O segundo lugar, que faturou R$ 1.040,17 e levou o trofeu professor Machado Salgado, foi para Antes de Partir, da Rádio Clube, com 145 pontos. O terceiro lugar foi para Dor de Cabeça, da Paradoxo, com 144 pontos, que recebeu o trofeu professora Bertha Celeste Homem de Mello e o prêmio em dinheiro de R$ 520,08.

MENÇÃO HONROSA
A organização do evento premiou as bandas Daruê, BRW e Astronauta Barata com um trofeu de Menção Honrosa. As bandas animaram a galera durante os dias do Festival. Também foi homenageado com o trofeu de menção honrosa, mano Rhossi, que participou do corpo de jurados.

Um show com a banda A Tropa encerrou o Festival.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO FESTIVAL

INTERPRETAÇÃO
1º lugar – Bianca Ariel, com a música “Ressuscita-me” – 154,5 pontos
2º lugar – Montbel e Daniel e banda, com a música “Tocando em Frente” – 154 pontos
3º lugar – Erick Acústico, com a música “My Sacrifice” – 150,5 pontos
4º lugar – Controlador de Máquinas, com a música “A Cidade” – 148,5 pontos
5º lugar – Rádio Motel, com a música “Roadhouse Blues” – 142 pontos

COMPOSIÇÃO
1º lugar – Piracuama, de Muzak e Asnega – 160 pontos
2º lugar – Antes de Partir, da Rádio Clube – 145 pontos
3º lugar – Dor de Cabeça, de Paradoxo – 144 pontos
4º lugar – Sonho Homicida, da Banda Controversia – 135 pontos
5º lugar – Surreal, de Bianca Ariel – 127 pontos

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *