Rio começa contagem regressiva para chegada do papa Francisco

Mesmo sob chuva fina, centenas de jovens se concentraram ontem (14) na Praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, para marcar os 100 dias que antecedem a chegada do papa Francisco para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). O evento está marcado para o período de 23 a 28 de julho na capital fluminense.

Durante a manhã, os jovens participaram de uma caminhada pela orla. Outras atividades esportivas estavam marcadas para serem realizadas durante o domingo. Segundo o jovem Walmyr Junior, um dos responsáveis pelo evento, o intuito é mostrar que a juventude católica também tem interesse pela “geração saúde”. “Será um dia esportivo com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da juventude: nós vamos ter corrida rústica, de bicicleta, vôlei de praia, futevôlei, long board, futebol, patins.”

A atividade chamou a atenção de cariocas como Carla Souza que caminhava pela praia e se misturou aos jovens. “Embora eu não seja uma católica fervorosa, eu aprecio o movimento e sinto a paz que irradia dessa garotada, reunida em paz e em torno de um objetivo comum.”

Walmyr Junior disse que a expectativa para a chegada do papa ao Brasil é grande e que as atividades querem inserir o Rio de Janeiro no cenário mundial da fé. “O Brasil já é conhecido por ser um dos maiores países católicos do mundo. É preciso aproveitar a oportunidade para mostrar a questão da dignidade humana, a valorização da vida, a primazia do bem comum – todas essas coisas que fazem com que a gente possa se amar e respeitar mais”, disse o responsável pelo setor de comunicação do JMJ.

Os eventos para lembrar os 100 dias que antecedem a chegada do papa ao Brasil começaram na última sexta-feira (12), quando católicos de diversas paróquias do Rio de Janeiro iniciaram a Vigília dos Jovens Admiradores, na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, no centro da cidade.

Em seguida, os jovens saíram em procissão pelas ruas da Lapa, símbolo da boemia carioca, até a  Igreja de Sant’Ana, onde a vigília passou a contar com a presença da banda Frutos de Medjugorje.

“Nós levamos cerca de 6 mil pessoas em procissão pelas ruas da Lapa. Foi uma festa muito bonita, onde a gente conseguiu fazer com que pessoas que estavam curtindo nos bares e restaurantes se impactassem com a alegria diferenciada dessa juventude católica”, destacou Walmyr Junior.

“Depois fomos para a Igreja de Santana onde ficamos até as 6h da manhã e de onde saímos para a feijoada da JMJ, na quadra da Unidos da Tijuca, onde fizemos uma grande festa – inclusive com a participação da bateria da Unidos da Tijuca”, completou.  

A série de eventos programados para o início da contagem regressiva dos 100 dias para a chegada do papa ao Brasil será encerrada na próxima terça-feira (16), com uma missa que será celebrada, na comunidade do Mandela, em Manguinhos, subúrbio da cidade, por dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro.