Escritor José Saramago faleceu aos 87 anos




O escritor morreu de falência múltipla de órgãos e já sofria de problemas respiratórios

A Literatura Mundial perdeu um dos grandes nomes: José Saramago, escritor português. O autor faleceu hoje, 18, na sua residência de Lanzarote, aos 87 anos de idade, por consequência de falência múltipla de órgãos.

Segundo notícia escrita pela família de Saramago no site, ele morreu após uma prolongada doença, sendo que a autor sofria de problemas respiratórios.

A perda literária foi grande, pois o autor era um dos maiores nomes da literatura contemporânea e vencedor de um prêmio Nobel de Literatura e um prêmio Camões.

No lançamento de seu último livro “Caim”, em 2009, José Saramago declarou “que não se pode confiar em Deus”.

Entre as obras publicadas por Saramago estão:

“Terra do Pecado”, em 1947, “Manual de Pintura e Caligrafia” (1977), “Levantado do Chão” (1980), “Memorial do Convento” (1982), “O Ano da Morte de Ricardo Reis” (1986), “A Jangada de Pedra” (1986), “História do Cerco de Lisboa” (1989), “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” (1991), “Ensaio Sobre a Cegueira” (1995), “Todos os Nomes” (1997), “O Homem Duplicado” (2003), “As Intermitências da Morte” (2005) e “Caim” (2009).